A identidade visual de uma empresa pode fazer com que a marca se destaque ou simplesmente passe despercebida aos olhos do consumidor.

Associamos automaticamente os 2 arcos amarelos ao Macdonalds ou uma maçã roída à Apple. Tal como explicado neste artigo, a velocidade a que o nosso cérebro interpreta os elementos gráficos é superior à velocidade de leitura. Isso faz com que numa fração de segundo consigamos reconhecer aquele logotipo, mesmo antes de ler o nome da marca.

E esse é o motivo de grandes marcas investirem avultadas quantias na identidade visual, e em branding. No entanto, na criação de qualquer marca, é crucial a racionalização de investimentos, e por vezes a identidade visual acaba por ser afectada negativamente.

A seguir apresentamos alguns logotipos de marcas internacionais, utilizados no início da sua actividade, e que provavelmente você não conhecia.

Burger-King

Depois da sua fundação, em 1954, o logotipo resumia-se ao lettering “Burger King”. A empresa apresentou um logotipo mais elaborado no ano seguinte, contando já com um personagem sentado no hamburger, o “Burger King”, em tradução livre o “rei hambúrguer”.

Desde então o logotipo sofreu sucessivas transformações, até chegar à versão que apresentamos abaixo. Representado duas metades do pão com um hambúrger no seu interior.

Google

O primeiro logotipo da Google, foi na verdade concebido pelo seu co-fundador Sergey Brin. Em 1997, usando o bem conhecido Microsoft Word. Ainda bem, que à data, os fundadores Sergey e Larry eram bem melhores a programar.

O logotipo foi sofrendo sucessivas alterações até à sua versão final. Um logotipo que consegue ser brincalhão, moderno e ao mesmo tempo transmite a confiança necessária de milhões de utilizadores.

Canon

Em 1933, engenheiros da Precision Optical Industry decidiram nomear a sua recém criada máquina fotográfica de Kwannon, a deusa Budista da misericórdia. O nome foi escolhido em homenagem a uma deusa budista. E assim surge o primeiro logotipo, onde é esta é representada.

Dois anos mais tarde, com a necessidade de ter um nome mundialmente aceite, o nome passou a ser Canon, o que se mantém até aos dias de hoje. O logotipo sofreu também profundas alterações à data, passando a contar apenas com o lettering “Canon”.

Apple

Em 1976, a Apple era uma empresa recém criada que fazia computadores numa garagem e não era conhecida pelo design arrojado dos seus produtos.

O seu primeiro logotipo, criado por Ronald Wayne, um dos fundadores da Apple Computers retratava Isaac Newton sentado debaixo de uma árvore, uma maçã pendurada precipitadamente acida da cabeça. Com a inscrição na borda “Newton… uma mente viajando para sempre pelos estranhos mares do pensamento… sozinho”.

Felizmente Steve Jobs não ficou totalmente convencido com o resultado final, e um ano mais tarde contratou o designer Rob Janoff para o rebranding da marca.

Amazon

Em 1994, Jeff Benzos, fundava a Amazon, destinada a comercializar apenas livros. O logotipo original continha como principal elemento gráfico o “A” e a inscrição “Amazon.com, earth’s biggest bookstore”, numa tradução livre “Amazon.com, a maior livraria do mundo”.

 

Estes exemplos, mostram que não importa ter o logotipo perfeito à primeira escolha. O importante é o processo de melhoramento contínuo. Pretende um logotipo para a sua marca ou empresa? Contacte-nos, talvez o possamos ajudar!

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador.

INDIQUE O SEU EMAIL, E RECEBA O CUPÃO
Inscrever
Consinto o tratamento dos dados para uso de acordo com a política de privacidade
Receba todas as promoções por email!
Inscrever
Consinto o tratamento dos dados para uso de acordo com a política de privacidade