Se está a dar os primeiros passos em design gráfico, certamente que já se apercebeu que a oferta de programas nesta área é vasta. Apesar da variedade ser um aspecto positivo, uma vez que aumenta o leque de escolhas, também é verdade que torna a escolha mais difícil.

Neste artigo vamos simplificar, e apresentar apenas os melhores programas de design gráfico da actualidade.

Os melhores programas de design gráfico

Em primeiro lugar é necessário ter em conta que existem 2 tipos de programas de design gráfico distintos: para edição de imagens bitmap (conhecidas também por imagens rasterizadas) e para edição de vectores.

Imagens bitmap são compostas por píxeis. Por exemplo, fotografias são imagens bitmap, contendo milhões de píxeis de forma a formar uma imagem definida. Quanto maior o número de píxeis, maior a resolução.

Imagens vectoriais são compostas por linhas definidas através de cálculos. Assim, ao invés da imagem ser criada através de pontos, é criada através de um conjunto de formas geométricas.

E em que caso prático é usado cada um deles?

Programas para edição de imagem bitmap são usados normalmente para retocar imagens, criação de efeitos, remover fundos e tudo o que esteja relacionado com a fotografias.

Os programas para edição de vectores são usados para criação de logotipos, peças editoriais, cartões de visita, flyers, cartazes, autocolantes, lonas, banners, etc.

Mas não poderei criar um logotipo num programa de edição de imagem?

Claro que sim, no entanto não é recomendável. Isto porque ao contrário dos vectores, a imagem bitmap tem uma resolução limitada, e para utilização/impressão em maiores formatos irá ficar pixelizada. Caso o logotipo seja criado em vector pode ser redimensionado para qualquer dimensão, sem pixelização nem perda de qualidade.

Programas de design gráfico bitmap

3 – PaintShop Pro (a partir de 69,99€)

O PaintShop Pro, da Corel, é um programa de edição bitmap robusto e repleto de funcionalidades.
É comercializado em duas versões PaintShop Pro, e PaintShop Pro Ultimate. A diferença entre elas reside em algumas funcionalidades adicionais de edição avançada de fotografias e maior número de efeitos, texturas e fundos.

Corel PaintShop ProAinda na versão ultimate destaca se a funcionalidade PhotoMirage Express, que permite criar movimento através de uma imagem, uma característica interessante para design digital.
O valor da versão base é de 69,99€, e da versão Ultimate é de 89,99€. A grande desvantagem é mesmo estar disponível apenas para o sistema operativo Windows.

2 – GIMP (Gratuito)

O GIMP é um programa de design gráfico bastante completo, que permite adicionar ainda mais efeitos e funcionalidades através de plugins – pacotes de software permitem expandir determinadas opções, como efeitos, texturas, remover fundos, etc.

GIMPPara quem está a iniciar-se em design gráfico e o orçamento disponível é apertado, o GIMP poderá ser a opção mais viável, uma vez que é totalmente grátis, e está disponível para os sistemas operativos Mac, Windows e Linux.

1 – Photoshop (a partir de 24,59€/mês)

Em primeiro lugar dos programas de edição bitmap está o Photoshop, da Adobe, quem nunca ouviu falar dele? É o software de eleição para edição de imagem, e com funcionalidades e usabilidade a condizer, apesar do seu preço ser o mais elevado comparando a concorrência. Para subscrições anuais é de 24,59€/mês e para subscrições anuais é de 36,89€/mês.

Adobe Photoshop
Apesar disso é o programa com um maior número de utilizadores mundialmente. Isto quer dizer que é fácil encontrar tutoriais e livros sobre todas as suas funcionalidades, o que significa uma aprendizagem mais rápida.

Programas de design gráfico vectorial

3 – Inkscape (Gratuito)

O Inkscape é um excelente alternativa gratuita para edição de imagens vectoriais. Tem mesmo a maior parte das funcionalidades dos softwares pagos, como por exemplo a criação de transparências e gradientes.Inkscape
Este programa de edição vectorial está disponível para Linux, Mac e Windows, e apesar de ser gratuito conta com uma equipa de programadores e patrocinadores que garantem actualizações regulares.
Para um designer com orçamento limitado, esta poderá ser uma opção bem viável. Se é utilizador convicto do ecossistema Linux, e não pensa em utilizar Windows ou Mac, então esta é a melhor opção para si.

2 – CorelDraw (a partir de 629€)

Da canadiana Corel, o programa CorelDraw é uma referência ao nível de design gráfico, principalmente em ambiente Windows. Isto porque, apesar da primeira versão para Windows ter sido lançada em 1989, apenas foi lançada a primeira versão para Mac em 2019, 30 anos depois.

CorelDraw
Embora a sua utilização durante todos esses anos tivesse sido limitada aos sistemas operativos da Microsoft, tal não impediu a sua popularização, principalmente devido à inovação e qualidade do software.
O CorelDraw é comercializado por 629€, tanto na versão para Windows como para Mac. Se pretender actualizar a versão por uma mais recente (todos os anos são lançadas novas versões com novas funcionalidades), o preço é de 349€. Apesar de ser um excelente software acaba por ser também o mais caro se tiver em mente manter o programa actualizado a cada ano.

1) Adobe Illustrator (a partir de 24,99/mês)

O Illustrator merece, nessa nossa lista, o primeiro lugar do pódio dos programas de edição vectorial. E vários factores assim o ditam. Em primeiro lugar, é um programa com um leque vasto de funcionalidades, incluíndo opções avançadas no que respeita aos degradês, rasterizações, efeitos, instalação de fontes, compatibilidade de cores, etc. Embora muitas destas funcionalidades se sobreponham ao concorrente directo, o CorelDraw, aqui já referenciado, o facto do Adobe Illustrator incluir 100Gb de armazenamento na cloud, e integração com os outros produtos da Adobe faz a diferença.

Adobe Illustrator
O Illustrator está disponível através de subscrição, e não é possível a aquisição do software tal como o CorelDraw. Ou seja, caso pretenda utilizar o Adobe Illustrator deverá ter uma licença activa, cujo o custo mensal é de 24,99€/mês para subscrições anuais, e 36,89€/mês para subscrições mensais. Para aquisição de vários produtos da Adobe por exemplo Photoshop e Illustrator) existem pacotes especiais.

Conclusão

Se não pretende pagar por um software profissional de design gráfico, então terá duas alternativas, o Inkscape para edição vectorial, e o GIMP para edição bitmap. Por outro lado, se pretende o software mais avançado, então deverá optar por uma opção paga. E aqui entram os grandes players do mercado, a canadiana Corel, e a americana Adobe.
No que respeita à edição bitmap a Adobe toma clara vantagem, ganhando o Photoshop. No que respeita à edição vectorial a luta é mais renhida, sendo que o Illustrator toma alguma vantagem, devido não só ao software em si, mas a todo o ecossistema Adobe, que torna a vida dos designers mais fácil.

Programas de design gráfico comparativo

Caso após leitura deste artigo ainda reine a indecisão, saiba que todas as versões pagas aqui mencionadas incluem versões de demonstração de 30 dias. Ou seja, poderá experimentar, sem compromisso, e assim avaliar a que mais se adequa às suas necessidades.

Caso necessite de ajuda na criação do design gráfico, conte connosco, a nossa equipa de designers estará disponível para ajudar.

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador.

INDIQUE O SEU EMAIL, E RECEBA O CUPÃO
Inscrever
Consinto o tratamento dos dados para uso de acordo com a política de privacidade
Receba todas as promoções por email!
Inscrever
Consinto o tratamento dos dados para uso de acordo com a política de privacidade